16.1.08

irrita-me...

... ficar a trabalhar até tarde, sobretudo quando me é dito em cima da hora, quando é um novo trabalho que entra e é para o dia seguinte às 9h da manhã (ou às 7 como era o caso de parte deste).
Irrita-me que não se saiba dizer aos clientes que, por razões obvias, que são os funcionários terem vida para além do trabalho, que, como é obvio um trabalho das 17h para as 7h do dia seguinte não é de aceitar.
Irrita-me que me peçam forcings e depois não estejam cá para fazer forcings conosco.
Irrita-me dizerem-me que no dia seguinte estão cá cedo e eu, feita estupida, depois de ter saído de cá já depois da 1 da manhã, estar aqui especada desde as 9 e pouco e nada.
Irrita-me olhar para a minha folha de horas e ver que trabalhei num dia o equivalente a dois.
Irrita-me.

5 comentários:

VM disse...

Depois levas uma palmadinha nas costas, por teres prescindindo da tua vida privada em prol do trabalho, de teres abdicado de estares com quem gostas ou simplesmente teres visto mais um capítulo da novela para tentares ser profissional, quando isso depois não se vê na folha de pagamentos… é assim que se trabalha em Portugal, por isso caguei, trabalhos para ontem que os faça eles… eu? Saio as 19h no máximo e estou cá as 9h…não gostam? Aproveitem a flexibilidade e ponham-me a andar… pode ser que seja desta que mude de país… e vá para um a sério.

=)

filipe_miguez disse...

Ou então mudas-te para a TAP...e só trabalhas 7:30h depois de teres entrado...
:]

p.s. bolas mas pq é que isto agora nunca dá para comentar assinando com o meu blog!!!

Sarita disse...

se a Tap quiser uma arquitecta eu mudo-me LOGO!!! Pergunta por aí =)

_SunFlower_ disse...

Diz ao teu patrão que és amiga do TRACTOR...

Luz disse...

Eu já sofri desse mal, mas depois de recuperar de um esgotamento decidi que nunca mais tal coisa iria acontecer. E assim foi!
Só prejudicava o meu filho e a minha família (não tens filho bem sei).

Hoje não trabalho para os outros, mas se o fizesse só haveria duas alternativas, ou saio a horas ou saio a horas!
Radical, bem sei...